Estelionatária é presa após aplicar 'golpe do PIX' em comércios da Tijuca

Ela fingia pagar compras dando print da tela de pagamento

Estelionatária é presa após aplicar 'golpe do PIX' em comércios da Tijuca

Uma estelionatária foi presa por agentes do programa Tijuca Presente, acusada de aplicar diversos golpes nos comércios da região. Identificada como Bárbara Elisa Balbino Teixeira, ela foi detida na Rua Barão de Mesquita. Elisa é acusada de realizar comprar em estabelecimentos comerciais através do PIX. Mas, ao invés de efetuar pagamentos, dava um print na tela com o valor a pagar como se tivesse efetuado o pagamento. Segundo o titular da 19ªDP (Tijuca), Gabriel Ferrando, mais de dez vítimas já prestaram depoimento contra a acusada.

"Muitas vítimas estão chegando aqui na delegacia. É uma golpista em serial, vem atuando no mínimo desde 2018, forjando transferências bancárias e ela mandava prints. Como as vítimas não checavam imediatamente, ela dava esses golpes. Estamos ainda apurando a extensão dos danos materiais. Ela foi presa hoje, o inquérito foi instaurado e ouviremos outras vítimas e ela vai responder por cada vítima que aqui prestou depoimento. Hoje mesmo ela tentou praticar estelionato", afirmou Ferrando.

Ela foi presa após ter tentado efetuar novo pagamento fake em um salão de beleza na Tijuca.

Uma das vítimas já havia feito o alerta em grupos no Facebook.

"Cuidado comerciantes da Tijuca e adjacências. Essa mulher, com nome de Bárbara Elisa, entrou em nossa loja. Fez uma compra com mais de 15 peças. Disse que pagaria no PIX e fiz um desconto, devido a quantidade e valor. Aproveitou do fato de estar grávida e com pouco de falta de ar na hora e fez um suposto pagamento e me mostrou o comprovante. A mesma disse que estava com pressa e eu a liberei. Até hoje esse PIX não entrou em nossa conta. Estamos tomando todas as medidas possíveis. Já entramos em contato com o banco e a conta que ela usa para simular esse PIX é uma conta inativa e vimos também que ela tem vários processos com mesmos motivos".