Conselho de Segurança da Grande Tijuca define chapas para eleição da entidade

Duas chapas irão concorrer ao pleito, em julho

Foto: Rodrigo Rebechi

Foto: Rodrigo Rebechi

Foi realizada na manhã desta terça (08), no Clube Renascença, no Andaraí, mais uma reunião do Conselho Comunitário de Segurança da AISP6. Estiveram presentes o comandante do 6°BPM, tenente-coronel Eduardo Costa, o delegado da 18°DP (Praça da Bandeira), Leandro Gontijo, os comandantes das UPPs do Andaraí, Borel e Macacos, presidente da Nova Tijuca, Jaime Miranda, o presidente do Rotary Clube da Tijuca, Joper Padrão e demais membros da sociedade civil. O subprefeito da Grande Tijuca, Wagner Coe, não compareceu pela segunda vez seguida à reunião.

Um dos pontos apresentados na reunião foram as duas chapas que irão concorrer à presidência do Conselho Comunitário, em eleição a ocorrer no próximo dia 06 de julho.

O comandante do batalhão da Tijuca expôs ações que a unidade vem apresentando para diminuir os dias índices de criminalidade, inclusive de demandas solicitadas na última reunião.

O delegado da distrital da Praça da Bandeira, Leandro Gontijo, também

"É importante a atuação do Conselho de Segurança, que ficou disperso por causa da pandemia. Esperamos que a próxima chapa traga realmente demandas fundamentais que nos ajudem a monitorar a mancha criminal. Nossa delegacia atua muito próxima às demais unidades policiais. A Praça da Bandeira, infelizmente, ainda não possui programa Segurança Presente, mas teremos o Bairro Seguro que será implementado. O marginal atua muito onde não há policiamento ostensivo. Temos atuado bastante e temos identificado alguns desses criminosos que praticam roubos e furtos de veículos, pedestres e e cabos e fios".

Um dos pontos apresentados pelas forças policiais é, justamente, o alto índice de roubos e furtos de cabos e fios. Ações integradas deverão ser realizadas.