Mulher chama funcionária de 'negra suja' após discussão no Baródromo

Caso foi parar na 19ªDP, com acusada pagando fiança e respondendo em liberdade

Mulher chama funcionária de 'negra suja' após discussão no Baródromo

Um caso de inj√ļria racial ganhou destaque nas redes sociais após uma professora ter xingado funcion√°rias do Baródromo, na Rua Dona Zulmira, no Maracan√£, na madrugada do √ļltimo s√°bado. Na ocasi√£o, a v√≠tima foi xingada de "negra suja" e "ladra". As agress√Ķes ocorreram após a gar√ßonete ter trocado a comanda das mesas do estabelecimento.

"Assumo que chamei ela de negra. Ela me chamou de "branca azeda" e eu chamei mesmo. Tenho doutorado", diz parte das imagens que circulam em grupos de WhatsApp.

Policiais foram chamados para conter a confusão. O caso foi levado para a 19ªDP (Tijuca), duas funcionárias do bar foram prestar depoimento e a "professora" pagou fiança de R$ 2,2 mil e vai responder em liberdade. Não conseguimos contato com a acusada para ouvir sua versão dos fatos.

Solidariedade nas redes sociais

Em sua conta no Instagram, o bar postou um texto sobre o ocorrido. Diversas mensagens de solidariedade ao caso foram publicadas na conta do bar. Veja a postagem do Baródromo.

Na √ļltima sexta, o Baródromo foi cen√°rio de um fato muito triste e revoltante. Uma cliente que chegou à casa j√° no final do expediente, junto com um rapaz, se indignou com um erro na conta e xingou uma das nossas funcion√°rias com insultos racistas. Clientes próximos a situa√ß√£o sa√≠ram em defesa e também sofreram insultos raciais e homofóbicos. Além disso tudo, ainda sobrou ofensas à uma outra funcion√°ria por ser nordestina. Um pacote de horror com intoler√Ęncia e preconceito numa pessoa só.

Diante do ocorrido, tivemos que conter a f√ļria de todos presentes para que n√£o acontecesse um linchamento. Chamamos a pol√≠cia e fomos todos para a delegacia. A delegada decretou a pris√£o desta pessoa! Foi em cana! CADEIA!

Lamentamos muitos pelos nossos funcion√°rios e clientes que passaram por esta experi√™ncia. Nos colocamos à disposi√ß√£o com nosso suporte jur√≠dico para acompanhamento e prosseguimento no processo. Aqui n√£o toleramos racistas, homofóbicos e xenófobos! V√£o pro inferno!