Supermercado na Tijuca fecha as portas no próximo dia 31 de agosto

Evento Food Park Carioca deixará de ser realizado no local

Foto: morador

Foto: morador

O Grupo Pão de Açúcar confirmou, na tarde desta quinta (13), o fechamento do Supermercado Extra no bairro da Tijuca. Segundo o grupo, a unidade ficará aberta até o fim desse mês e entrará em obras, para se tornar uma nova filial do Assaí Atacadista. A unidade, que fica na rua Mariz e Barros, funciona no local há 22 anos, desde que substituiu o antigo mercado Superbox. O fechamento repentino do supermercado surpreendeu clientes e os donos dos trailers do Food Park Carioca, que alugam o estacionamento do estabelecimento desde 2015. Com o fechamento do mercado, o espaço gastronômico, que é referência no bairro, terá que ir para outro local.

"Sou cliente do Extra Tijuca desde a inauguração em 1998 e meus filhos frequentavam os food truck´s aos fins de semana, antes da pandemia. É triste perdermos um mercado que tem tudo para mais um atacadão. Me solidarizo com os donos dos trailers que também terão que sair daqui. Será uma grande perda para o bairro", disse Claudia Botelho, que é moradora da rua Mariz e Barros.

O portal Grande Tijuca entrou em contato com o Grupo Pão de Açúcar para que se pronunciasse sobre o motivo do fechamento da unidade.

O Grupo Pão de Açúcar respondeu em nota que "após estudos de viabilidade econômica e análise do perfil do consumidor da região, o Extra optou pelo fechamento de sua unidade no bairro Tijuca, no Rio de Janeiro/RJ, no dia 31 de agosto. No lugar dessa loja, será instalada uma unidade de atacado de autosserviço Assaí Atacadista, com previsão de inauguração até o final de 2020. Essa alteração de bandeira faz parte do projeto de conversões, o qual prevê a adaptação de 20 lojas de Extra Hipermercados para Assaí até 2021. O GPA, grupo controlador de ambas as marcas, tem trabalhado na otimização dos seus ativos e a reestruturação na capital do Rio de Janeiro faz parte dessa adequação. Os colaboradores que demonstrarem interesse em permanecer na companhia poderão ser redirecionados para outras operações do grupo na região, de acordo com disponibilidade de vaga".