Sindicato dos Rodoviários anunciam paralisação dos motoristas e cobradores nesta segunda

Após audiência realizada no TRT terminar sem acordo, profissionais irão cruzar os braços

Foto: Leonardo Pimenta

Foto: Leonardo Pimenta

O Sindicato dos Rodoviários do Rio de Janeiro anunciou que realizará uma paralisação dos ônibus a partir de segunda-feira, dia 29. Motoristas e cobradores vão cruzar os braços. A paralisação irá afetar os todos os ônibus municipais, além do sistema BRT (Ônibus de Trânsito Rápido).

O anúncio foi feito após a audiência realizada ontem (25) no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) terminar sem acordo.

Segundo o presidente do sindicato, Sebastião José, "os empresários e a Prefeitura foram insensíveis em relação a atual situação da categoria". A greve será por tempo indeterminado.

O sindicato detalhou que, desde março deste ano, os salários foram reduzidos e até suspensos devido à pandemia de covid-19 e que férias dos rodoviários foram adiadas, compensação de feriados e horas extras não cumpridas.

Em nota, o Rio Ônibus, que representa as viações, diz que pede a compreensão dos trabalhadores para a não realização da greve e que mantêm diálogos para tentar resolver os problemas econômicos do setor.

Os consórcios pedem a compreensão dos rodoviários para que não façam greve. As empresas mantêm diálogos constantes com Prefeitura e Judiciário na busca por soluções para o setor. Em função da situação econômica do sistema, qualquer movimento de paralisação pode ameaçar diretamente a continuação dos serviços de diferentes empresas no Rio.