Crimes recentes e furtos da madrugada foram temas da reunião do Conselho de Segurança

Batalhão apresentou também redução dos números de índices criminais

Crimes recentes e furtos da madrugada foram temas da reunião do Conselho de Segurança

Foi realizada na manhã desta terça (14) mais uma reunião do Conselho Comunitário de Segurança da AISP6, que abrange a região da Grande Tijuca. O encontro ocorreu no 6ºBPM. Em pauta, assuntos relacionados à segurança pública do entorno. Cerca de 80 pessoas participam do evento.

Participaram da reunião o comandante do 6°BPM (Tijuca), tenente-coronel Eduardo Costa, tenente-coronel Claudia Moraes, da Patrulha Maria da Penha, representantes de associações de moradores, subcomandante do programa Vila Isabel/Grajaú Presente, capitão Rafael, a comandante do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Carla Azevedo, o deputado estadual Alexandre Knoploch, o vereador Rogério Amorim, representantes do Rotary Clube da Tijuca, o subprefeito da Grande Tijuca, Wagner Coe, inspetor da 19ªDP (Tijuca) Ricardo Bello, além do presidente do Conselho de Segurança da Tijuca, Jaime Miranda, do vice-presidente João Britto e demais membros da sociedade civil.

O comandante do 6ºBPM apresentou dados com a redução dos índices criminais desde quando a série história se iniciou, em 2003. Redução de roubos de rua, de veículo e letalidade violenta foram algumas das informações passadas aos participantes. Informou também uma conversa com a comandante da Coordenadoria de Polícia Pacificadora, tenente-coronel Priscila Azevedo, para alinhar patrulhamento dos policiais das UPPs da região, que já reflete na redução dos índices.


Uma das principais reclamações é o aumento dos furtos, durante a madrugada, de portões e demais peças de alumínio na Grande Tijuca. Muitos desses furtos são praticados por moradores em situação de rua e usuários de drogas. O comandante ressaltou que não pode prender usuários de drogas pelo uso dos entorpecentes e que é preciso a necessidade ajuda municipal para realizar um trabalho social com esses dependentes químicos. Mas que se forem flagrados furtando serão enquadrados. Crimes recentes em vias da Grande Tijuca, onde motoristas foram rendidos por marginais, também foram discutidos na reunião.

Também reforçou a necessidade da população registrar ocorrência nas delegacias e informou que diariamente há conversas com delegados e policiais das UPPs para discutir a mancha criminal.