Ladrões fazem novo arrastão do alumínio em imóveis de Vila Isabel

Em um dos casos o ladrão voltou vários dias ao local para levar o material

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Ladrões voltaram a furtar, nesse fim de semana, peças de alumínio de imóveis em Vila Isabel. Segundo uma moradora, na madrugada da última sexta-feira (10), um homem furtou placas de alumínio que estavam fixadas em uma grade de uma casa na rua Visconde de Abaeté. O mesmo ladrão voltou na madrugada de sábado (11), para furtar mais placas de alumínio que estavam fixadas no portão principal. As imagens das câmeras de segurança de um imóvel vizinho mostram o ladrão, com um celular na mão, fingindo que falava no celular e averiguando o imóvel para depois furtar as placas do muro. Nas imagens do dia seguinte, mostram o homem retirando as placas do portão e furtando o material. Os moradores chegam a gritar com o criminoso que abandona o material, mas depois retorna para pegá-lo e vai embora.

"Duas noites seguidas fomos furtados pelo mesmo meliante. Na sexta, às 23:53h, ele parou na frente da minha casa, ficou um minuto olhando para frente da casa, fingindo que estava mexendo no celular, e levou as placas de alumínio que fechavam o muro. No dia seguinte, voltou e levou as do portão social", relata uma moradora.

Já na madrugada dessa segunda (13), outro criminoso, com um ferro na perna, arrombou um prédio na rua Oito de Dezembro e furtou um corrimão que ficava na escada de entrada. De acordo com moradores, o ladrão abriu o portão com uma chave de fenda e retirou o corrimão que estava na escada. A filmagem das câmeras de segurança do prédio mostra o homem arrombando o portão, entrando no local e saindo com o corrimão na mão.

Os furtos de materiais de alumínio vêm sendo constantes em Vila Isabel. No final de agosto, um homem, usando um lençol para se esconder, tentou desaparafusar e soltar uma porta de alumínio de um prédio no Boulevard 28 de Setembro. No mesmo dia, outro criminoso furtou um motor de portão eletrônico em outra parte do Boulevard 28 de Setembro. Já no mês de maio, outro homem furtou, duas vezes, portões no bairro. O primeiro foi de um prédio na rua Torres Homem e o outro de um edifício na rua Barão de Cotegipe.

Na semana passada, entrou em vigor um decreto que estabelece que os ferros-velhos são obrigados a manter um cadastro de todas as operações que envolvam a compra e revenda de placas metálicas, emitir nota fiscal e enviar as informações para a Secretaria de Estado de Polícia Civil.

Na região da Grande Tijuca, grande parte das ocorrências registradas nas delegacias de Vila Isabel, Tijuca e Praça da Bandeira é sobre furtos de peças de metal.

O portal Grande Tijuca entrou em contato com a Polícia Militar para que se pronunciasse sobre os casos relatados.

A Secretaria de Polícia Militar disse em nota que "o combate aos delitos de roubos e furtos de fios, cabos elétricos, placas e portões é feito por meio de patrulhamento ostensivo de rotina ou quando da atuação diante de situações de flagrante. Além disso, a corporação também ressalta que é importante que, ao presenciar um delito, o cidadão faça o acionamento via Central 190 assim que possível, para que sejam realizadas as ações imediatas cabíveis à Polícia Militar".