Prefeitura do Rio suspende calendário de vacinação da 1ª dose da vacina da Covid-19

Ministério da Saúde ainda não teria feito novo repasse das 7,5 milhões de vacinas recebidas

Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) anunciou, na noite desta sexta (23), a suspensão da aplicação da 1ª dose da vacina da Covid-19. Segundo a SMS, todas as vacinas destinadas à primeira dose (D1) contra a covid-19 já foram aplicadas e para garantir estoque das segundas doses (D2) programadas, o município do Rio de Janeiro resolveu pela suspensão momentaneamente de seu calendário de vacinação de D1.

De acordo com o secretário de Saúde Daniel Soranz, o Ministério da Saúde recebeu 7,5 milhões de vacinas na última quarta-feira (21), porém, até o momento, não fez o repasse das novas doses. Na próxima semana, está prevista a chegada de mais doses da vacina Pfizer para o Ministério da Saúde.

"Na semana passada já teve o atraso nessa entrega, infelizmente até o momento a gente não tem previsão de quando ele vai entregar as doses que ele já recebeu. A gente espera que aconteça o mais breve possível, ainda esse final de semana, porque nada justifica 7,5 milhões de doses paradas e ainda essas doses não terem sido distribuídas", disse o secretário à Imprensa.

O calendário de vacinação previa que, nesse sábado (24), teria uma repescagem para homens e mulheres de 35 anos e na segunda-feira, mulheres de 34 anos seriam vacinas.

Os postos de vacinação da cidade do Rio continuarão atendendo as pessoas agendadas para tomar a segunda dose nos próximos dias.

O portal Grande Tijuca entrou em contato com o Ministério da Saúde para saber quando será realizada a entrega de novas remessas da vacina ao município do Rio.

O Ministério da Saúde, até o fechamento dessa matéria, não se pronunciou sobre o caso.