Conselho de Segurança do Estácio e adjacências se reúne com moradores e comerciantes no Rio Comprido

Comandante do 4ºBPM Heitor Pereira se apresentou para a comunidade e falou sobre a segurança na região

Foto: Leonardo Pimenta

Foto: Leonardo Pimenta

O Conselho Comunitário de Segurança do Estácio e adjacências da 4ª AISP se reuniu, na manhã desta quarta (09), no auditório da Associação Brasileira de Odontologia, no Rio Comprido, para conversarem sobre a segurança pública da região. A reunião contou com a presença do comandante do 4°BPM, tenente-coronel Heitor Pereira; a inspetora Raquel, da 6°DP (Cidade Nova); o capitão Azevedo, comandante da UPP Turano; o capitão Matheus, da Coordenadoria dos Conselhos de Segurança; Flavio Portilho, gerente executivo local do Rio Comprido; inspetor Marcio, da 1ª Inspetoria da GM-RIO; Adriana Afonso, presidente do CCS Estácio, e demais membros da sociedade civil. O comandante do 4º BPM Heitor se apresentou aos membros do conselho de segurança, falou sobre algumas operações e se colocou à disposição de todos os presentes.

"Estou no comando do 4ºBPM desde fevereiro de 2021 e estava ansioso para conhecê-los. Vim do 23º BPM do Leblon e sinto a falta das cobranças que a zona sul me fazia. Lá a gente tinha 12 associações de moradores Ipanema, Leblon, São Conrado, Jardim Botânico, Lagoa e Gávea e todas muito presentes. Eles me cobravam não só como cidadão e como associação, mas também me davam muitas informações e me ajudavam muito no meu trabalho, por isso eu tinha a ansiedade de conhecê-los. Estou aqui há praticamente seis meses e não fui procurado por nenhuma associação de moradores. Nós temos um contato permanente com a 6ª DP, com a 17ª DP, as UPP´s do Turano, Mangueira e Barreira e somos a única unidade da capital que somos apenas nós. Lá tem os programas Segurança Presente, Marcha da Cidadania e Bairro Seguro. Aqui somos nós e nós mesmos. Então, sinto mais falta ainda da presença da população. Nós somos soldados e cumprimos missões e continuamos sendo um servidor público. Como a própria palavra diz, nós estamos aqui para servir. Então, as portas do 4º BPM estão abertas não como um favor, mas como uma obrigação e um compromisso institucional meu", disse o comandante do 4ºBPM.

Já a inspetora Raquel da 6º DP (Cidade Nova) relatou que a delegacia vem recebendo muitas denúncias sobre furtos de caixas de correio, bueiros e itens de metal pelo Catumbi e Rio Comprido.

De acordo com o comandante do 4ºBPM, um intenso trabalho está sendo feito pelo batalhão para coibir os furtos de veículos, bem como no que diz respeito à prisão de foragidos da justiça, através de um cerco eletrônico pelos principais pontos da região.

Os moradores e comerciantes aproveitaram a reunião para apresentar demandas de segurança e serviços públicos para os bairros da Cidade Nova, Catumbi, Estácio e Rio Comprido.