Pezão é condenado por organização criminosa e corrupção

A pena ultrapassa 98 anos, além de pagamento de indenização ao Estado. Cabral também tem nova condenação

Foto: Tomaz Silva/Agencia Brasil

Foto: Tomaz Silva/Agencia Brasil

O ex-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, agora é mais um ex-governante condenado pela Lava Jato. Pezão recebeu a pena de 98 anos e 11 meses de prisão por corrupção ativa, organização criminosa e lavagem de dinheiro. A decisão é do juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio

Na decisão, Bretas também condenou outras dez pessoas, incluindo o também ex-governador Sérgio Cabral Filho. Eles terão que dividir o pagamento de uma indenização de R$ 39,1 milhões, referente à propina recebida pelo grupo.

A decisão cabe recurso e Pezão poderá responder em liberdade. Já Cabral foi condenado a mais de 32 anos, nove meses e cinco dias de prisão pelos crimes de corrupção ativa e lavagem de dinheiro.