Sambista e morador do Grajaú faz música em homenagem ao bairro

Fabiano Magdaleno quis fazer uma can√ß√£o que retratasse um 'caso de amor' com Graja√ļ

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Que o Graja√ļ é um bairro lindo, cercado de √°rvores e flores e cantada em verso e prosa por seus moradores. E esse "cantar", literalmente, ganhou forma. Nesta semana, o cantor e compositor Fabiano Magdaleno, de 46 anos, lan√ßou "Graja" no YouTube. O sambista, nascido e criado no bairro, se diz inspirado pela paisagem de sua Graja√ļ.

"Venho compondo muitas m√ļsicas durante a pandemia. E como tenho roda de samba compus alguns. E sempre quis que houvesse um samba falando do Graja√ļ, assim como h√° de Madureira. Ent√£o, resolvi aproveitar o per√≠odo fértil de inspira√ß√£o pra me arriscar a fazer um samba pro bairro, nos moldes de "Madureira", do Arlindo Cruz. Essa foto mesmo, da reportagem, tirei da minha janela mesmo, com o sino da igreja ao fundo. Janela que serviu de inspira√ß√£o pra partes da letra da m√ļsica", relata Magdaleno.

O sambista afirma que jamais sair√° do bairro.

"Morei até os dois anos de idade na Rua Itabaiana. Depois, a maior parte de vida na Bar√£o de Mesquita, perto da pra√ßa Verdun. E desde 2010 na Rua Engenheiro Richard. Tenho 46 de idade e de Graja√ļ", diz.

Ele afirma que a m√ļsica tem tido boa receptividade dos moradores do bairro.

"Tenho recebido mensagens de muita gente adorando. Dizendo que até ficaram emocionados com a letra e o v√≠deo. No in√≠cio, mais de conhecidos e familiares. Mas tenho recebido mensagem de quem nem conhe√ßo. Estou até surpreso, pois o v√≠deo é uma produ√ß√£o totalmente caseira, sem pretens√£o", finaliza.

GRAJA
Compositor: Fabiano Magdaleno


Sobe o pico na alvorada
Fim de tarde, uma bela caminhada
Folhas deitadas na calçada
Sombras espalhadas
São amêndoas pelo chão
Verdes cores na sacada
Pólen pelos ares, despedida no port√£o
Taco e pique na inf√Ęncia
Piscina l√° no clube, na festinha, um viol√£o

Graja! Teu cheiro, flor de jardim
Casas, canteiros à meia de luz
Moleque travesso rola a bola
No passar das horas, o teu sino me conduz

Lua no céu da madrugada
Inspira o cantador, ilumina seu amor
Bares e samba, um lamento
Esconderijo, Ad√£o, Mariano, Eva, Enchendo!
Fim de semana na pracinha
Manel, pede um joelho
Toma um coco no Guerreiro
Prosa de amigos na varanda
Pede um chopp, esquece a vida
Saiu p√£o na padaria!

Graja! Sou teu e pertence a mim
Calma! Reserva instante sem fim
Desce a ladeira da memória
Sopro do passado
Num presente enraizado
Laia!...

Confira o v√≠deo com o clipe da m√ļsica: