Paes participa das comemorações pelos 456 anos de aniversário do Rio

Prefeito foi ao Corcovado, partiu bolo e entregou medalha a 18 artistas e agentes culturais

Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

O prefeito Eduardo Paes participou nesta segunda-feira (01/03) de v√°rias cerimônias comemorativas pelo 456¬ļ anivers√°rio da cidade do Rio. Pela manh√£, ele foi ao Corcovado para o lan√ßamento do calend√°rio de eventos pelos 90 Anos do Cristo Redentor, que ser√£o festejados em outubro. J√° no in√≠cio da tarde, participou da tradicional entrega do bolo da Sociedade Amigos da Rua da Carioca e Adjac√™ncias (Sarca), na Catedral Metropolitana, no Centro. E, em seguida, ao lado do secret√°rio municipal de Cultura, Marcus Faustini, entregou medalhas da Ordem do Mérito Cultural Carioca a 18 artistas e agentes do setor.

"É uma alegria enorme ser prefeito, liderar essa cidade politicamente num momento dif√≠cil, porém mais uma vez vamos mostrar toda resili√™ncia, for√ßa, energia e alegria do povo carioca para recuperar o Rio. Que esses 456 anos sejam uma marca de virada" destacou Paes, ao lado do arcebispo do Rio, cardeal Dom Orani Tempesta, e da imagem de S√£o Sebasti√£o, padroeiro da cidade, antes de distribuir o bolo de anivers√°rio da cidade.

O prefeito e Dom Orani j√° tinham se encontrado mais cedo, no Corcovado, durante o lan√ßamento da festa do Cristo Redentor, que completa 90 anos em outubro. Na ocasi√£o, foi revelado que o sambódromo ser√° o principal palco dos festejos.

O terceiro compromisso festivo do prefeito foi a concess√£o da mais alta condecora√ß√£o cultural do munic√≠pio no Pal√°cio da Cidade, em Botafogo, a dezoito artistas e agentes culturais escolhidos por usarem seus trabalhos em 2020 como um elemento de contribui√ß√£o à redu√ß√£o dos impactos da pandemia. Foram cerca de 2.800 votos e mais de 600 nomes, institui√ß√Ķes ou coletivos indicados pela popula√ß√£o para receber a Medalha S√£o Sebasti√£o do Rio de Janeiro da Ordem do Mérito Cultural Carioca.

"N√£o tenho d√ļvida alguma de que a for√ßa dessa cidade nasce principalmente da for√ßa da sua produ√ß√£o cultural t√£o espalhada pela cidade, em cada canto, cada esquina do Rio" enfatizou o prefeito.

Na edi√ß√£o de 2020, a comiss√£o formada por membros da Secretaria Municipal de Cultura e do Conselho Municipal de Cultura escolheu homenagear aqueles que, mesmo em um ano t√£o dif√≠cil, colocaram sua capacidade criativa e de mobiliza√ß√£o para que a arte e a cultura fossem aliadas dos cariocas. Os premiados promoveram desde a√ß√Ķes humanit√°rias, que contribu√≠ram com os mais vulner√°veis, até cria√ß√Ķes art√≠sticas online que se tornaram companheiras de todos que fizeram isolamento.

"Tenho a certeza de que estamos iniciando um caminho vitorioso de recupera√ß√£o do papel e da centralidade da cultura no Rio, porque temos um prefeito comprometido com a cultura na cidade e uma gest√£o que j√° est√° na rua, dentro do gabinete, pensando em como recuperar a dignidade da cultura. Vamos trabalhar muito porque esse é o caminho" frisou o secret√°rio municipal de Cultura, Marcus Faustini.

Um dos homenageados, o cantor e compositor Moacyr Luz falou da sua relação com a cidade que tanto o inspira.

"Quem me conhece sabe a emo√ß√£o que estou sentindo. Minha vida é o Rio de Janeiro e meus sambas principais s√£o da Guanabara. É uma emo√ß√£o muito grande. Receber essa medalha é um grande impulso, uma motiva√ß√£o a mais.

A cantora e compositora Teresa Cristina destacou que ficou "muito contente" com a premiação, porque o "Rio de Janeiro precisa sair do lugar que entrou".

"Acho importante uma mulher sambista receber essa medalha, fiquei muito feliz e emocionada ao saber que fui escolhida" afirmou Teresa.