Esperando adoção, cachorro é quase envenenado na Tijuca

Abandonado no dia de Natal, Zeca está sendo cuidado temporariamente em garagem de um prédio

Esperando adoção, cachorro é quase envenenado na Tijuca

Zeca, um cãozinho que foi abandonado na noite de Natal na Rua 18 de Outubro, na Tijuca, e que está sendo cuidado provisoriamente na garagem de um prédio nesta rua, correu riscos de ser envenenado no último dia 19. Um pacote de veneno foi achado por moradores do prédio. Zeca, que está para adoção, poderia estar morto. Maus tratos em animais é crime.

"Hoje de manhã uma das pessoas que cuidam dele achou esse pacote de veneno jogado dentro da garagem. A sorte é que ele não comeu. Estamos fazendo uma investigação nas câmeras de segurança para ver se descobrimos quem jogou isso lá. Assim que tivermos as imagens, vamos na polícia abrir um boletim de ocorrência. Um absurdo imenso. Tentar envenenar um bichinho desses é crime", disse a bióloga Lisandra Vieira, 44 anos, que também é protetora animal.

Vale ressaltar que o presidente Jair Bolsonaro sancionou lei que aumenta a pena para maus tratos com os animais. O Linha Verde, programa do Disque Denúncia que fiscaliza ações contra o Meia Ambiente, já havia relatado que na Grande Tijuca, maus tratos de animais lideravam estatísticas de denúncias na região

Quem desejar adotar o Zeca, pode entrar em contato com (21) 99962-1659.