Civilidade e Civismo

Quando a Operação Tijuca Presente completou o seu primeiro ano de atuação, o Rotary da Tijuca e a Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra – Delegacia do Rio de Janeiro, realizaram um Seminário para avaliação dos avanços alcançados no ambiente de negócios na região abrangida pela Polícia de proximidade.

Naquela ocasião, o Rotary da Tijuca propôs ao Coordenador da Equipe da Operação que diariamente seus integrantes recebessem as ordens junto ao Mastro existente na Praça Saenz Peña (até então sem uso) e que, neste momento, fosse hasteada a Bandeira do Brasil como um gesto de civismo, representando a presença da autoridade pública na sociedade.

Aceita a proposta, coube ao Rotary presentear a Operação com a Bandeira e adriça (cabo utilizado para içar a bandeira) e ao Comando incorporar o ato à tropa, o que vem sendo feito diariamente desde então.

O que se vê é a crescente participação de pessoas que transitam pela Praça, sempre em atitude respeitosa, demonstrando o aumento da civilidade entre os Tijucanos.

Neste dia 19 de novembro, consagrado a homenagear a Bandeira do Brasil, o Rotary da Tijuca repetirá o ato que vem sendo praticado nestes dois anos que se passaram: doar ao Comando da Operação, às 8 horas da manhã, um nova Bandeira para substituição daquela que vem sendo hasteada, hoje desgastada pela natural ação das intempéries.

E, como previsto em Lei, o Rotary complementará essa atitude cívica, entregando em seguida ao Comando do 1º Batalhão de Polícia do Exército – 1º BPE, bandeiras em desuso para incineração em ato solene às 12 horas desse mesmo dia.

A civilidade entre os tijucanos eleva ainda mais o nosso grupo social entre todos os cariocas, demonstrando o grau positivo de convívio das pessoas que aqui habitam ou frequentam, por quaisquer razões. O civismo, reafirma o respeito que nutrimos, uns pelos outros, pelas instituições e pela Lei.

Isto é Rotary. Junte-se a nós!

Joper Padrão

Vice-presidente Rotary da Tijuca