Recanto da boemia que nasceu planejado: vamos falar de Vila Isabel

Álbum da Inspetoria de Mattas, Jardins, Caça e Pesca da Prefeitura do Distrito Federal - Exposição nacional do Centenário da Independência do Brasil - 1922

Álbum da Inspetoria de Mattas, Jardins, Caça e Pesca da Prefeitura do Distrito Federal - Exposição nacional do Centenário da Independência do Brasil - 1922

Vila Isabel é um bairro famoso por ser recanto da boemia, terra de Noel Rosa, mas o que pouca gente sabe é que o bairro foi o primeiro planejado da cidade e foi lá que nasceu o jogo do bicho. Vamos conhecer um pouco mais?

Tudo o que era o bairro já foi uma fazenda de cana-de-açúcar, a Fazenda do Macaco, pertencente inicialmente à Companhia de Jesus, desde a fundação da cidade, em 1565 e depois da expulsão dos jesuítas ficou abandonada até a proclamação da Independência, em 1822. A fazenda era limitada pelo Rio Joana, pelo Caminho do Cabuçu(hoje Rua Barão do Bom Retiro) e pela Serra do Engenho Novo. Dom Pedro I presenteou sua segunda esposa, a Imperatriz D.Amélia de Beauhamais, Duquesa de Bragança, com a fazenda. Mas, após o retorno de Dom Pedro a Portugal, a fazenda voltou a ser abandonada.

Somente em 1872, o Barão João Batista Vianna Drummond, hábil negociante e um empreendedor muito à frente de seu tempo, comprou a fazenda. Em 1873 visando o projeto de colonização da região, Drummond criou a Companhia Arquitetônica Villa Izabel, que tinha como diretor, o Barão de São Francisco, o médico Visconde da Silva, o vereador Bezerra de Menezes e Temistocles Petrocochino. O projeto, de responsabilidade do engenheiro Bittencourt da Silva, previa inicialmente a abertura de 13 ruas que partiriam do Boulevard, nos moldes dos Boulevards de Paris.

Os nomes do bairro e de sua principal rua, foram escolhidos pelos idealizadores tendo em vista uma homenagem a data da assinatura da Lei do Ventre Livre (28/09/1871), pois o próprio Barão era um grande abolicionista.

Para a garantir o sucesso desse bairro planejado Drummond criou a Companhia de Bondes Ferro Carril de Vila Isabel, doou terrenos para escolas e igrejas além de ter construído o primeiro Jardim zoológico do País, hoje Parque Recanto do Trovador, mas que ninguém lembra do nome como sendo esse. Vai perguntar pra algum morador onde fica o parque. Ninguém sabe, mas pergunta sobre o antigo Jardim Zoológico?

Em 1885 a região cresceu mais, com a inauguração da Companhia de Fiação e Tecidos Confiança Industrial, localizada em Aldeia Campista, entre os bairros de Vila Isabel e do Andaraí. Hoje a Fábrica é um supermercado de uma grande rede.

Como falamos no início, o Barão de Drummond criou o jogo do bicho, dentro do Jardim Zoológico, em 1892, que vem a ser uma bolsa ilegal de apostas em números que representam animais.

Já no Século XX, Vila Isabel tornou-se um ponto de encontro de músicos e boêmios, como Noel Rosa, que morou durante sua vida no bairro e hoje tem seu nome emprestado para o túnel que liga o Riachuelo e Jacaré ao bairro. O bairro tem nove prédios tombados pelo Patrimônio Histórico e no meio do Boulevard temos uma preciosidade: a Igreja Matriz de Vila Isabel, a Basílica de Nossa Senhora de Lourdes, tendo recebido o título de basílica menor em 1959, concedida pelo Papa João XXIII.

Mais curiosidades:

Nas comemorações do IV Centenário da Cidade, em 1965, o arquiteto Orlando Magdalena teve a brilhante ideia de decorar as calçadas do Boulevard com pedras portuguesas desenhando partituras de músicas de grandes nomes da MPB, prontamente aceita pelo musico Almirante, que escolheu as musicas que iriam compor as calçadas.

Se andar pelo Boulevard, desde a Praça Maracanã até a Praça Barão de Drummond, preste atenção no chão e se encante com as partituras das seguintes músicas:

Cidade Maravilhosa - André Filho (na Praça Maracanã)

O Abre Alas - Chiquinha Gonzaga

Pelo Telefone- Donga/Mauro de Almeida

Mal-me-quer -Cristóvão de Alencar/Armando Reis/Newton Teixeira

Feitiço da Vila- Noel Rosa/Vadico- em frente à Associação Atlética Vila Isabel

Ave Maria -Ertildes Campos/Jonas Neves

Aquarela do Brasil - Ary Barroso

Jura -Sinhô

Carinhoso- Pixinguinha/João de Barro

Linda Flor - Henrique Vogeler/Luís Peixoto

A Conquista do Ar -Eduardo das Neves

Luar do Sertão -Catulo da Paixão Cearense/João Pernambuco

Chão de Estrelas - Orestes Barbosa/Sílvio Caldas

Linda Morena- Lamartine Babo

A Voz do Violão -Francisco Alves/Horácio Campos

Na Pavuna - Homero Dornellas/Almirante

Primavera do Rio, de João de Barro -Ernesto Nazareth

Apanhei-te Cavaquinho -Ernesto Nazareth

Florisbela -Nássara/Frazão

Renascer das cinzas -Martinho da Vila (esta já na Praça Barão de Drummond).